Velhas estatísticas de um velho país. Brazil.


Estatísticas Revival 4
15  – 1 ano -> 1×365 dias -> 365×24 horas -> 8760×60 minutos -> 525600x60segundos = 31536000 segundos por ano

-Orçamento da Câmara por ano: três bilhões de reais.

Logo,

3.000.000.000 de reais / 31536000 segundos = 95,13 reais por segundo ou R$ 5.700 por minuto. Isto para manter 513 deputados. Sem somar o Senado, que são outros três bilhões.

16 – -O exército gasta 10 BILHÕES por ano pagando salários.
-O orçamento total da Defesa é de 21 BILHÕES.
-O Orçamento da Educação é de 11 BILHÕES, metade do orçamento da Defesa.

Escrito por Ricardo Monier às 15h50

dataPost = “”;
if (dataPost != “”) {document.write(“<span id=head><a name=’2006_11-27_14_48_53-7761441-0′></a></span>”);}
else {document.write(“<span id=head><a name=2006_11-27_14_48_53-7761441-0></a></span>”);
}

Estatísticas Revival 3
11 – 24/09/2006 07:23 – publicado por Monier [ Alterar ]   [ Excluir ]

BALANÇO DA ATUAL TURMA DE DEPUTADOS – GASTOS

TOTAL DE GASTOS

1 – ano de 2006 (até julho)
R$ 2.085.058.446,36 (dois BILHÕES de reais)

Fonte: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/SIAFI/demonstrativos.asp

2 – Ano de 2005.
R$ 3.806.780.933,58 (quase quatro BILHÕES de reais)

Fonte: SIAFI http://www.tesouro.fazenda.gov.br/SIAFI/demonstrativos.asp

3 – Janeiro a dezembro de 2004.

– Gasto de R$3.198.671.000,00 (três BILHÕES e duzentos MILHÕES de reais)
Fonte: Portaria nº01 de 27.01.2005, da Câmara Federal.

4 – Janeiro a dezembro de 2003

– Gasto de R$3.075.018.192,01 (Três BILHÕES de reais – se atualizado com a inflação, daria R$3.620.100.066,04
)

12 – Agora vamos às contas: quanto custa manter o Congresso do jeito que está? O Congresso (Câmara + Senado), não saberemos agora, pois o Senado não divulga seus gastos(*****correção: divulga sim, e tem dados interessantes, mas a informação encontra-se muito escondida no site do Senado-27/09/2006). Mas aí vai o cálculo em relação à Câmara Federal no período de 2003 a 2006, atual legislatura.

– 12 BILHÕES de reais gastos para manter a Câmara (R$12.165.528.571,95)

– 4003 Leis aprovadas, incluindo as absolutamente inúteis, como o “dia de uma classe profissional qualquer”, o “nome da rodovia BR-000”, ou as que determinam “incluam o nome de fulano naquele livro-de-heróis-da-pátria” que ninguém sabe que existe.

– 728 leis importantes aprovadas, sob o ponto de vista da Constituição Federal (art.59, I, II e III da CF).

1 – Custo por lei entre 2003-2006: R$3.039.102,81 (Três MILHÕES de reais) por lei aprovada.

2 – Custo por lei importante aprovada, sob o ponto de vista da Constituição Federal (art.59, I, II e III da CF): R$ 16.710.890,89 (dezesseis MILHÕES e setecentos mil reais).

3 – Custo por deputado federal: R$ 23.714.480,64 (vinte e três MILHÕES de reais e setecentos MIL) POR DEPUTADO.
4 – Custo por habitante do Brasil: R$70,00 em quatro anos.

13 – Dados interessantes sobre o FIES:
-financia 50% do valor da mensalidade
-o aluno tem que pagar R$ 50 a cada três meses, valor abatido do saldo devedor.
-taxa de juros está atualmente em 9% ao ano
-inadimplência atualmente em 23% (ou seja, esta é a porcentagem de dinheiro público emprestado indiretamente às faculdades particulares sem devolução. Interessante notar que é um empréstimo de grande risco, pois não se pode executar a dívida diretamente sobre os bens das universidades particulares. Cada aluno é devedor único. Se o aluno não tem dinheiro nem para pagar a faculdade, certamente não terá bens para serem executados em caso de cobrança judicial por parte do Governo. Ou seja, se for correta a afirmativa de que o PROUNI e o FIES são acabaram por criar mecanismos indiretos de empréstimo público para as faculdades particulares, então será dinheiro público perdido em 23% dos casos simplesmente por mal planejamento da legislação. Se confirmarmos que se trata de financiamento às faculdades particulares, seria interessante um modelo que tornasse a faculdade devedora solidária do aluno, ao menos em parte da quantia emprestada (a quantia equivalente ao lucro, excluindo-se os custos da faculdade, por exemplo).
-neste semestre haverá 100 mil contratos do Fies, segundo o Governo.
-investimento previsto de R$ 100 milhões com estes contratos (média de mil reais por contrato).
-atualmente há 381 mil contratos em vigor.
-Para estes contratos em vigor, o orçamento é de R$ 816 milhões neste ano.
-Segundo a Folha “em 2005, houve cerca de 130 mil inscrições, e foram concedidos 77,2 mil financiamentos”.
Ainda de acordo com a Folha, os estudantes do Prouni que tenham bolsas parciais (50% da mensalidade) também podem solicitar financiamento do Fies. Isto leva à reflexão de que FIES e PROUNI podem estar funcionando atualmente como financiamento público à faculdade particular, de maneira indireta, e os dois programas atuando integradamente neste sentido. Teremos que analisar para saber se isto é bom ou se há alternativa melhor.

14 –  02/10/2006 15:41 – publicado por Ricardo Monier [ Alterar ]   [ Excluir ]

Se for verdade que os deputados trabalham de terça a quinta, então a atual Legislatuta (2003-2006) terá trabalhado quantas horas?

8 horas por dia (sendo otimista) -> 24 horas por semana -> 96 horas por mês
-> 1152 horas por ano -> 4608 horas por Legislatura (4 anos)

Excluindo férias de 2 meses ao ano (mentira) e mais um mês de campanha: 9 meses de inatividade -> 864 horas.

4608 (obrigatória) – 864 horas (férias e campanha) = 3744 horas em 4 anos.

Comparando com um trabalhador comum que trabalha:

8 horas por dia -> 40 horas por semana -> 160 horas por mês -> 1920 horas por ano -> 7680 horas em quatro anos.

Resultado: em quatro anos deputados trabalham 3744 horas, trabalhadores normais, no mínimo 7680. Quase 100% a mais.

O orçamento da Câmara do Deputados em 4 anos: 12 bilhões de reais

Número de deputados: 513

Custo por deputado (2003-2006): R$23.500.000,00 (vinte e três milhões e quinhentos mil, aproximadamente)

Custo da hora trabalhada, por deputado: R$ 45.808,00 (quarenta e cinco mil e oitocentos reais POR HORA trabalhada, cada um dos deputados custou)

Quanto custa um trabalhador médio em uma empresa:

Salário: R$ 600,00
Impostos sobre o salário, a cargo do empresário: 100% = R$ 600,00.
Total: R$ 1.200,00 por mês.

Custo do empregado por hora trabalhada: R$ 7,50. (Sete reais e cinqüenta centavos)

Comparação deputado / trabalhador comum: R$45.808,00 / R$7,50

Um deputado custa em média 6107 vezes mais que um trabalhador, se for verdade que os deputados trabalham 8 horas por dia.

Escrito por Ricardo Monier às 15h48

dataPost = “”;
if (dataPost != “”) {document.write(“<span id=head><a name=’2006_11-27_14_48_18-7761441-0′></a></span>”);}
else {document.write(“<span id=head><a name=2006_11-27_14_48_18-7761441-0></a></span>”);
}

Estatísticas Revival 2
6-Total de gastos na Câmara até julho/2006: R$1.433.504.846,69 (Um bilhão, 400 milhões, 500 mil, 846 reais e 69 centavos)
Total de leis aprovadas até 11.09.2006: 87 leis (quatro emendas constitucionais, uma lei complementar, oitenta e duas leis ordinárias).
CUSTO POR LEI: R$16.477.067,20
(Dezesseis milhões de reais e quinhentos mil.)

7 – Atualizando cálculos….

Pelos cálculos atualizados, o Brasil gastou até este momento, no ano de 2006, R$247.156.008,00 (mais de duzentos e quarenta e sete MILHÕES de reais) para que nossos deputados pudessem decidir sobre algumas coisas importantes:

1ª- Qual a “capital nacional da Literatura” (1 lei – R$ 16 milhões).

2ª – O nome da Rodovia que liga Adrianópolis e Curitiba – PR (1 lei – R$ 16 milhões)

3ª – O nome do aeroporto de Vitória – ES, e de um aeroporto no Pará. (2 leis – R$ 32 milhões)

4ª – Os dias/anos comemorativos de 9 coisas diferentes, incluindo o “ano da juventude” e o “Dia nacional do biomédico” e o “dia nacional do profissional da educação física” (genérico, para agradar todo mundo…) -lista completa mais abaixo-. ( 9 Leis – R$ – 144 milhões)

5º Declarar Santos Dumont, e Florestan Fernandes patronos de alguma coisa, ou inscrever o nome deles em algum livro de “heróis da pátria”. Logo eles que ficaram famosos à custa de trabalho duro… Seria mesmo uma homenagem? (2 leis – R$ 32 milhões) – Se esse dinheiro fosse destinado a custear qualquer cientista maluco brasileiro, dentro das nossas UNICAMPs, USPs e demais universidades, teríamos mais alguns “heróis da pátria” em poucos anos.

8 –Mais cálculos:

Se o Orçamento da Câmara é de: 3 bilhões de reais por ano
e há (até) 513 deputados,
então o custo por deputado é de: R$5.847.953,21 (quase 6 MILHÕES de reais)

Depois reclamam que o custo por detento no sistema carcerário é de uns R$1.500,00. Quanta mesquinhez… (!)

E o PIB per capita é de cerca de R$ 8.000,00, segundo o IBGE: http://www.ibge.gov.br/brasil_em_sintese/default.htm

Ou seja, um deputado vale cerca de 750 vezes mais que o brasileiro médio. Ou, em outros termos, um deputado gasta o equivalente a 750 brasileiros. Quantos brasileiros recebem 8.000 reais por ano?

O IBGE novamente explica: http://www.ibge.gov.br/brasil_em_sintese/default.htm
Cerca de 30% da população recebe de 1 a dois salários mínimos, próximo de 8.000 por ano.
50% da população, incluindo estes 30%, está abaixo dessa faixa.

Já dizia o velho brocardo “Quod abundat non nocet”. O problema é quando “quod abundat” é nosso….

9 – 24/09/2006 04:25 – publicado por Monier [ Alterar ]   [ Excluir ]

Novo dado: DIVULGAÇÃO DE ATIVIDADE PARLAMENTAR

Pesquisando as páginas pessoais dos deputados disponíveis no site da Câmara, onde é possível ver as verbas que eles andam aplicando, percebi uma despesa interessante: a “divulgação de atividade parlamentar”. Em geral os deputados gastam R$ 10.000,00 com isto, sendo “ressarcidos” pela Câmara.
Vai um cálculo interessante:
-são até 513 deputados.

-cada um com direito a cerca de R$ 10.000,00 de “verba indenizatória” para “divulgação de atividade parlamentar”.

No total, R$5.130.000,00 (mais de 5 MILHÕES de reais).

Equivalente a:

– 833 “casas socialistas” do PSB (óbvio que isso aqui é piada, mas não deixa de ser interessante notar que os políticos têm consciência de que gastam mal o dinheiro).

– 14.657 salários mínimos, que é o valor que recebe por mês boa parte da população brasileira, para sustentar uma família.

Este valor é gasto somente com “divulgação de atividade parlamentar”. Se juntassem este valor de 5 MILHÕES de reais, que é MENSAL e:
– colocassem um computador por cidade, com acesso ao site da Câmara.
– montassem uma equipe para realmente dar transparência ao orçamento da Câmara, divulgando todos os gastos de forma simples e abrindo espaço para o eleitor contrariar o gasto mal feito.

Então teríamos:

– custo de um ótimo computador com tudo necessário para acessar a internet: R$ 2.000,00.
– Quantidade de computadores que é possível comprar com 5 milhões de reais: 2.500.
– número de municípios brasileiros: 5.560. Fonte: http://www.ibge.gov.br/brasil_em_sintese/tabelas/territorio.htm
– Número de meses para colocar ótimos computadores em TODOS os municípios brasileiros, abolindo-se a verba indenizatória para “divulgação parlamentar”: 2 meses e alguns dias.

Isto se não for aberta licitação, em que os computadores deveriam sair MUITO mais barato.

10 – BALANÇO DA ATUAL TURMA DE DEPUTADOS – DADOS

1ª Sessão Legislativa da 52ª Legislatura, correspondente ao ano de 2003.

Neste período, foram aprovadas:
3 Emendas Constitucionais
1 Lei Complementar
197 Leis Ordinárias
976 Decretos Legislativos
23 Decretos Legislativos do Congresso Nacional
3 Resoluções do Congresso Nacional

Fonte: http://www.camara.gov.br/internet/infdoc/novoconteudo/colecoes/informes/Informes.asp?cod_tema=6

2ª Sessão Legislativa da 52ª Legislatura, correspondente ao ano de 2004.

Neste período, foram aprovadas:
03 Emendas Constitucionais
01 Lei Complementar
252 Leis Ordinárias
1.094 Decretos Legislativos
12 Decretos Legislativos do Congresso Nacional

Fonte: http://www.camara.gov.br/internet/infdoc/novoconteudo/colecoes/informes/Informes.asp?cod_tema=10

3ª Sessão Legislativa da 52ª Legislatura, correspondente ao ano de 2005.

Neste período, foram aprovadas:
03 Emendas Constitucionais
03 Leis Complementares
176 Leis Ordinárias
1.131 Decretos Legislativos
23 Decretos Legislativos do Congresso Nacional
01 Resolução do Congresso Nacional

Fonte: http://www.camara.gov.br/internet/infdoc/novoconteudo/colecoes/informes/Informes.asp?cod_tema=18

4ª Sessão Legislativa da 52ª Legislatura, correspondente ao ano de 2006.

Até 18.09.2006, foram publicadas:
04 emendas constitucionais;
01 lei complementar;
84 leis ordinárias.

PUFF!!! (É o nível de trabalho quicando no chão… Como diria a Sabesp, “olha o nível!!”)

Fonte: http://www.camara.gov.br/internet/infdoc/novoconteudo/colecoes/informes/Informes.asp?cod_tema=25

Escrito por Ricardo Monier às 15h48

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: