Transparência na marra, no Clube de Locupletação Patrimonial Associação Senado Federal.


Quem acompanha este espaço há algum tempo sabe que o Senado sempre foi objeto de critica pela sua ausência de transparência. Quando realizávamos balanços periódicos a respeito da produção de leis e o gasto correspondente, a crítica era que a Câmara Federal divulgava seus gastos com alguma obscuridade.

Defendíamos que a Câmara era um mau exemplo a ser seguido, ao passo que o Senado Federal era uma autêntica caixa-preta a ser aberta,  em desrespeito patente ao princípio da publicidade na Administração Pública – norma do art. 37 da Constituição Federal, que obriga a publicidade de todos os atos da administração, entre outras regras.

Agora, o Senado dará espaço em sua página para que Sarney se defenda das acusações, sendo o que deveríamos denominar de segunda abertura democrática. A primeira foi a realização de eleições. A terceira, tomara, será a realização de eleições com eleitores educados e livre do coronelismo nepotista que mancha a reputação do norte e nordeste.

A necessidade de defesa que sente o velho patriarca Sarney demonstra, ao menos, que um povo que deixa de controlar seus governantes não é um povo oprimido, mas um povo bobo que merece a conseqüência da própria displicência.

Da Folha:


Senado vai criar página na internet para responder a denúncias contra Sarney

GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

O Senado vai lançar uma nova página na internet exclusivamente para divulgar informações e responder matérias jornalísticas referentes ao presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). Alvo de uma série de denúncias que resultaram em processos encaminhados ao Conselho de Ética da Casa, Sarney vai usar o espaço para divulgar a sua versão sobre as acusações publicadas pela imprensa.

O peemedebista se queixou a assessores que, em muitos casos, a mídia não lhe dá espaço para publicar devidamente as explicações a respeito das denúncias –por isso vai usar o site para apresentar a sua versão dos fatos. O site também vai trazer discursos do peemedebista, fotos e notas oficiais produzidas pela Casa.

Pesquisa aumenta pressão pela saída de Sarney, diz oposição
Filho de Sarney foi avisado de que seria alvo de ação, diz PF
Segundo pesquisa Datafolha, 74% querem afastamento de Sarney
Assessoria diz que Sarney soube de atos secretos em maio por relatório da FGV

Assessores de Sarney reclamam que a imprensa, depois de publicar denúncias contra Sarney, não lhe oferece o mesmo espaço para resposta em relação àquele dedicado para a publicação de denúncias.

Segundo a assessoria da presidência do Senado, não serão contratados novos jornalistas para elaborar o material –embora, em julho, o jornal “Correio Braziliense” tenha revelado que o peemedebista contratou 15 jornalistas para elaborar contrainformações a seu favor.

De acordo com a reportagem, os jornalistas analisam diariamente o noticiário dos jornais, municiando os assessores da imagem de Sarney. Com base na análise dos jornalistas, o gabinete de crise do presidente do Senado elabora relatórios de intervenção para rebater as reportagens.

A matéria afirma que, contratados inicialmente até novembro, os jornalistas do “bunker” trabalham todos os dias, até mesmo nos fins de semana. O pagamento pela tarefa, segundo um dos contratados, será feito em dinheiro vivo –forma encontrada, segundo a reportagem, para não deixar rastros diretos do vínculo com o presidente do Senado.

Acusações

Desde que assumiu o cargo, em fevereiro deste ano, Sarney se tornou alvo de uma série de denúncias que resultaram no envio de 11 acusações ao Conselho de Ética contra o peemedebista.

O presidente do conselho, Paulo Duque (PMDB-RJ), arquivou sumariamente todas as acusações contra o parlamentar.

A oposição apresentou recurso contra todos os arquivamentos que será analisado pelo plenário do Conselho de Ética esta semana.

Com apenas cinco das 15 vagas no colegiado, DEM e PSDB esperam que os três senadores do PT que integram o conselho votem em favor da abertura de processos contra Sarney para que as ações tramitem na Casa.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u610782.shtml

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: